Top

Conselhos aos universitários cristãos – Pr Ciro Zibordi

Conselhos aos universitários cristãos – Pr Ciro Zibordi

Como lidar com gracejos, ironias e comentários preconceituosos

É muito comum, em cursos de graduação, mestrado ou doutorado, ouvir gracejos, ironias, comentários preconceituosos a respeito da religião, especialmente do cristianismo. E alguns universitários cristãos, diante disso, costumam reagir, às vezes de modo hostil, a tais provocações. Destarte, tenho alguns conselhos aos acadêmicos evangélicos, principalmente os estudantes de ciências sociais.

Não se indisponham com os professores ou colegas. Conscientizem-se de que vocês ingressaram na universidade, sobretudo, para aprender e apreender o que é ensinado, edificando sobre o fundamento da fé cristã — o qual não deve ser abalado por causa de novos conhecimentos. Muitos educadores, a despeito de serem ateus ou agnósticos, são grandes mestres, com os quais podemos aprender valiosas lições. O único problema está no fato de eles acreditarem que, para estudar as principais ciências, precisam considerar a religião ou a fé cristã como seus inimigos figadais. Por isso, negam veementemente qualquer possibilidade de casamento entre fé e ciência.

Por outro lado, pensemos num ateu ou agnóstico que resolve fazer um curso de Teologia em uma instituição evangélica. Lembro-me de que, no início da década de 1990 — quando me formei em Teologia pela Faculdade Evangélica de São Paulo (Faesp) —, havia um colega de classe não-evangélico. Conquanto ele se sentisse incomodado com alguns ensinamentos, sempre afirmava: “Estou aqui para estudar, e não para polemizar”.

Na verdade, tudo é uma questão de cosmovisão. Boa parte dos professores de Ciência Política, Sociologia, Antropologia, Psicologia, História e disciplinas afins tem como fonte de autoridade, além da sua própria razão, os grandes filósofos, sociólogos, etc., e não a Bíblia — e as ciências derivadas dela: Teologia Exegética (Hermenêutica e Exegese), História do Cristianismo, Teologia Sistemática, Bibliologia, Teologia Prática, Arqueologia Bíblica, Filologia Sagrada, etc.

Diante do exposto, meu conselho final a todos os universitários que amam a Jesus Cristo é o que está registrado nas Escrituras, em 1 Tessalonicenses 5.21: “Examinai tudo; retende o que é bom”. Mas, havendo oportunidade, além de estudarem, preguem a Palavra de Deus (2 Tm 4.1-4) e defendam a fé cristã com mansidão e temor (1 Pe 3.15).

Fonte: http://www.cpadnews.com.br/

Alan Dinali
No Comments

Post a Comment