Cristãos em Laos são ameaçados por não negarem a Jesus

Cristãos em Laos são ameaçados por não negarem a Jesus

A organização de direitos humanos Human Rights Watch for Lao Religious Freedom (HRWLRF) está denunciando casos de ameaças contra cristãos na província de Savannakhet, em Laos, onde muitos cristãos estão sendo despejados de suas vilas por não aceitarem negar a Jesus.

A HRWLRF afirma que no dia 21 de setembro as autoridades do vilarejo Huay, no distrito de Atsaphangthong, realizaram uma reunião dizendo que os cristãos deveriam negar sua crença ou seriam expulsos.

As autoridades locais reclamam dos cultos que estão acontecendo nas casas desses novos convertidos, mas os cristãos não estão se intimando, muitos rejeitaram a ordem de despejo alegando que possuem o direito de liberdade religiosa, se valendo da Constituição de Laos.

Uma reunião parecida aconteceu no distrito de Borikan (também chamado de Bolikanh), na província de Bolikhamsai. Ali, cerca de 50 cristãos foram intimados para escolherem entre suas casas e a crença em Jesus. Onze famílias representaram os novos cristãos e receberam o ultimato das autoridades locais, o pedido era para que eles se reconvertessem ao animismo, crença tradicional de Laos.

O animismo é uma crença que acredita nos elementos da natureza, nos cosmos, nos seres vivos e nos fenômenos naturais. Para eles o sol, a lua, as estrelas, o rio, a chuva, as montanhas e ventos possuem vida e podem transferir seus sentimentos, vontades e emoções para outras pessoas.

Mas assim como em Huay, os moradores de Borikan conhecem as leis e estão dispostos a enfrentar seus algozes usando a direito à liberdade de religião e crença. Além da HRWLRF, a Christian Solidarity Worldwide (CSW) também tem acompanhado esses casos e tem prestado apoio jurídico aos cristãos que estão sendo ameaçados.

Gospel Prime

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*