Top

Polegares amputados – Jz 1.5-7 – Ev. Samuel Eudóxio

Polegares amputados – Jz 1.5-7 – Ev. Samuel Eudóxio

Cada membro de nosso corpo tem um significado muito especial. Você já teve alguma unha “encravada”? Eu já. Não queira saber como incomoda. O seu melhor sapato torna-se o maior inimigo. Nestas horas nada como um bom chinelo enquanto a unha não se cura. Depois de muito sofrer resolvi me submeter a uma cirurgia para retirada da unha. Enquanto o dedo estava sob o efeito da anestesia não houveram problemas. Em casa, o efeito passou, e a dor era tão grande que eu mal consegui dormir a noite. Pude ver a importância que tem até mesmo os menores membros de nosso corpo. Eu perdi apenas uma unha, que com o tempo voltou a crescer. Já imaginou perder o polegar inteiro?
Adoni-Bezeque era um rei cananeu que capturava seus inimigos e cortava-lhe os dedos. Ele mesmo disse que pelo menos setenta reis tiveram os dedos polegares das mãos e dos pés cortados por ele (Jz 1.7). Era uma forma cruel de tratar os inimigos, expondo-os a humilhação e vexame. No final de sua vida, este rei perverso teve o mesmo fim ao ser capturado por Judá. Este episódio tem uma mensagem para os nossos dias.
      Por menor que seja, cada membro tem a sua importância. Ao ler esta passagem bíblica nesta manhã, passei a considerar as funções dos polegares das mãos e dos pés. Se você observar o dedo polegar das mãos, eles são os únicos que estão em oposição aos demais dedos, por isso é chamado também de “polegar opositor”. Isso não é sem motivo. Observe que devido a sua posição o polegar da mão toca nos outros dedos com facilidade. Por isso, é muito fácil você segurar ou agarrar objetos com o auxílio do polegar. Já tentou fazer isso sem esse dedo? Tente. A mínima atividade torna-se incomoda. Pegar um lápis já não é tão simples. Abrir um pote de iogurte é um desafio. Outra função importante do polegar da mão é a identificação. Nele está a digital que te identifica como pessoa civil. Esta digital é única. Entre bilhões de pessoas no mundo, você é único, e perante a justiça isso é confirmado pela sua digital. Os polegares dos pés não tem menor importância. São muito especiais.
      Este texto não se propõe a explicar cientificamente as funções dos dedos. Por isso, restrinjo-me a função do polegar dos pés como o dedo responsável pelo equilíbrio do corpo. Tente andar sem usar os polegares dos pés. Você fica cambaleante. Anda manquejando, como alguém que está prestes a cair. Já não ficou tão difícil de entender o porquê de Adoni-Bezeque cortar os polegares de seus inimigos. Os reis sem polegares ficavam à mesa de Adoni-Bezeque comendo de suas migalhas, sem conseguirem ficar de pé, além de terem perdido a sua identidade. Satanás tem tentado fazer o mesmo em nossos dias.
      Assim como Adoni-Bezeque, o inimigo de nossas almas tem tentado cortar o polegar espiritual de muitos crentes. Há muitos em nosso meio que estão na igreja, mas não conseguem segurar as bençãos e promessas de Deus para suas vidas. Não retem a esperança (Hb 6.18) que é a “âncora” da nossa alma, que nos segura firmes na presença de Deus, e levá-nos a ter comunhão além do véu, onde Cristo está assentado (Hb 6.19,20). Você precisa ter firmeza ao segurar as promessas de vida eterna. Não perca a esperança por nada. Há pessoas que as delícias do evangelho deslizam por entre os seus dedos porque faltam-lhe firmeza nas mãos para segurar as promessas. Outros há que já perderam a sua identidade de cristão, já não são o sal da terra e a luz do mundo (Mt 5.13,14). Já não se identificam como filhos de Deus porque perderam a sua identidade. Faltam-lhes os polegares, não só os das mãos, mas também dos pés.
      O andar cambaleante de um crente demonstra que seu polegar pode ter sido amputado. Não há constância no andar. Um dia está de pé, no outro caído. Um dia tem equilíbrio, no outro anda como um ébrio. Salomão diz em Provérbios que o ímpio está amarrado em seus próprios pecados, morrerá por falta de controle, “andará inseguro e cambaleante” (Pv 5.22,23). O pecado faz com que o homem perca o controle de seu próprio corpo. Não consegue ser nem dono de si. Não sabe de onde vem, nem para onde vai.
      Paulo, na Carta aos Romanos, diz que há uma beleza nos pés daqueles que anunciam boas novas (Rm 10.15). Aqueles que olharem em nossas pisadas tem que ver as marcas de um verdadeiro servo de Deus. Falando ainda de pés, Paulo escreve aos Efésios exortando-os a calçarem os pés na preparação do evangelho da paz (Ef 6.15). Nossos pés são importantes, o nosso andar na presença de Deus muito mais.
      Satanás está querendo amputar seus polegares para te trazer insegurança e desiquilíbrio na vida espiritual. Mas Deus está cuidando dos seus servos, Ele os tem sustentado em “Suas mãos para que não tropeces com o teu pé em pedra (Sl 91.12), e mesmo que seu pé tenha vacilado a misericórdia e a benignidade de Deus o susterá (Sl 94.18).

 

Alan Dinali
2 Comments
  • Ev.bispo

    Muito boa essa mensagem depois de ingerimos essa menssagem nao podemos estar brincando de ser crentes.

    12 de outubro de 2016 at 14:25 Responder
    • Adriano Silva

      Com toda certeza meu querido, precisamos nos empenhar ainda mais na obra do Senhor, fazer a sua vontade e cuidar para que não venhamos a vacilar na caminhada e mesmo que vacilemos sabemos que temos um Deus que nos coloca de pé e nos sustenta.

      13 de outubro de 2016 at 22:12 Responder

Post a Comment