Top

Vinde como estais – Alan Dinali

Vinde como estais – Alan Dinali

[highlight]Vinde a mim todos os que estais cansados de carregar suas pesadas cargas, e Eu vos darei descanso. Mt 11.28[/highlight]

O amor de Deus não está limitado aos evangélicos, ou aos cristãos ou aqueles que se denominam servos de Jesus. O amor de Deus é para com aqueles que realmente precisam Dele.  Em um primeiro momento essa frase pode chocar algumas pessoas. Realmente é fato que o amor de Deus não é apenas para com os salvos. Pois que o maior expressividade do amor de Deus é o calvário. O calvário alcança  aos perdidos e aqueles que precisam da misericórdia de Deus. Portanto devemos entender que o amor de Deus não é  exclusividade nossa. Até o mais vil pecador foi comprado com esse amor.

Na atual situação em que vivemos, com a evolução do pensamento e a quebra de muitos esterótipos, é normal o cristão se preocupar com os rumos que a igreja evangélica tomará. Desafios políticos e sociais rondam as nossas igrejas e batem de frente com a pureza do evangelho de Cristo. As vezes por nossa própria desinformação e ignorância acabamos levando ao fanatismo nossos ideais, esquecemos de anunciarmos o evangelho e preocuparmos com as almas que estão perdidas. Mas dentro de todos os desafios devemos ter como nossa bandeira a verdade do evangelho. Mas até que ponto estamos realmente defendendo nossos direitos?Ou nos esquecemos que o maior mandamento do Senhor é amar o próximo como a nós mesmos? Será que verdadeiramente temos levado o amor aos perdidos?

O que quero dizer com isso é que por mais que uma pessoa possua um ideal de vida. Uma forma de pensar, agir ou se vestir, mesmo que contrária a aquilo que temos por certo, o amor de Deus é para com essa pessoa. O cristão deve entender de uma vez por todas que a igreja deve ser um lugar aberto para todas as pessoas. Não importa como elas cheguem ou como se comportem diante da sociedade. Deus ama aquela pessoa. Ele quer alcançar o coração daquela pessoa.Nos preocupamos muito em defender nossos direitos e ideais, julgamos as pessoas como certas ou erradas, somos os primeiros a dizer que somos contra isso e contra aquilo, que nunca aceitaremos aquilo outro. Mas mesmo que tivermos razão em tudo aquilo que dizemos não podemos nos esquecer que o amor de Deus passa por cima de todas as coisas. Acima da cultura. Acima dos costumes. Acima dos estereótipos. Deus não se importa com aquilo que a pessoa faz debaixo do julgo do pecado. Jesus quer alcançar o coração dela. Jesus quer mudar o coração dela. Até porque quem convence o homem do pecado, da justiça e do juízo não somos nós. Queremos tomar o papel do Espirito Santo e impor ideais as pessoas e esquecemos que as vezes somos tão pecadores e dependentes do mesmo amor de Deus. A transformação e o convencimento fica a cargo do Espirito Santo. Cabe a nós apenas mostrar para as pessoas que a casa de Deus é lugar de refúgio para os cansados.

Para terminar ouvi certa vez de um grande amigo, Deiverson Medeiros, a seguinte frase: ” Quando o amor de Deus mais se revelou para com Davi, ou seja, quando Davi realmente experimentou o amor de Deus em sua vida? Certamente não foi quando ainda apascentava ovelhas e foi chamado por Samuel para ser ungido rei de Israel.Não foi quando ele enfrentou a Golias e venceu a batalha no Nome do Senhor. Da mesma forma não foi trouxe a arca novamente para a Jerusalém. De forma nenhuma. A máxima expressão do amor de Deus para com Davi foi quando em seu telhado avistou Batseba, em seu coração inflamou o pecado, deitou-se com ela e matou seu marido posteriormente. Desta forma o amor de Deus foi notado com clareza na vida de Davi. Quando ele mais precisava do Amor de Deus.”

Portanto, anuncie o amor de Deus, a tempo e fora de tempo. Lembrando que a igreja do Senhor deve ser um lugar de portas abertas mas de paredes estreitas. Portas abertas pois abrange a todas as pessoas. (Vinde como estais – Mt 11.28). Mas paredes estreitas. Porque da forma que viemos não podemos ficar (Vai e não peques mais – Jo 8.11). O convencimento o Espirito Santo é quem dá. 

Como meditação guarde em seu coração a letra deste cântico:

Fiquem na Paz. Alan Dinali

Alan Dinali
No Comments

Post a Comment